8 dos piores casos de pessoas acusadas de terem cometido crimes horríveis quando na verdade eram inocentes


terça, 14 de maio de 2019

3) Thomas Kennedy: Imagine ser falsamente acusado de estupro por sua própria filha. Foi o que aconteceu com Thomas Kennedy, que passou dez anos na prisão depois que sua filha o acusou de estuprá-la em três ocasiões diferentes em 2001. Evidências físicas foram apresentadas junto com relatos detalhados dos estupros feitos por Cassandra Kennedy, de 11 anos de idade. Cassandra era uma garota problemática que estava chateada com o divórcio de seus pais junto com o consumo de maconha e bebida de seu pai e fez ameaças contra sua escola pouco antes de apresentar as acusações contra seu pai. Dez anos depois, Cassandra, de 22 anos, foi à polícia e alegou ter inventado tudo. Seu pai foi libertado em 2012 e foi compensado com mais de US $ 500.000 em danos pelo estado de Washington.

4) Nora Wall: Nora Wall é uma ex-freira irlandesa das Irmãs da Misericórdia que foi condenada injustamente por estupro em junho de 1999 e cumpriu quatro dias de prisão perpétua em julho de 1999, antes de sua condenação ser anulada. Wall foi a primeira mulher na história do Estado irlandês a ser condenada por estupro, a primeira pessoa a receber uma sentença de prisão perpétua por estupro e a única pessoa na história do Estado a ser condenada por provas de memória reprimidas.